Gentes de Coimbra

30 de Dezembro de 2011 por UCV

No âmbito do projeto SPARDA (Shaping perceptions and attitudes to realise the diversity advantage) promovido pela Câmara Municipal de Coimbra em conjunto com o Conselho da Europa, surge uma campanha com o intuito de minimizar o impacto negativo da migração e salientar os benefícios da diversidade cultural. A UCV foi convidada a realizar um documentário que foca as gentes de Coimbra e a diversidade na cidade do mondego. O documentário foi apresentado na sessão pública de 20 de dezembro, na Casa da Escrita.

7 Comentários

Comentários

  • António Mendes
    escreveu em 2011/12/30 16:56:51 ...

    Excelente documentário, mostrando a diversidade cultural que faz parte do tecido humano da cidade! Já conheço Coimbra há muitos nos, pois tenho bastantes familiares aí residentes e nos arredores, apesar de até há cerca de um ano e meio só aí me deslocar muito esporàdicamente, mas nunca tinha pensado nem visto a Cidade pela perspectiva documentada! Agora desloco-me aí mais assíduamente, pois o meu filho estuda aí na Universidade e sinto-me muito mais identificado com a cidade!

  • Manuel João Peça Castelo Branco
    escreveu em 2011/12/31 20:19:32 ...

    Sou um conimbricense que por vicissitudes várias: profissionais, afetivas, e do próprio destino (digamos) se radicou em Viana de Castelo. Gosto da vertente pluridimensional e pluricultural que aqui é apresentada.Enobrece-nos como cidadãos e conimbricenses saber acolher, integrar,conviver...embora que nem tudo sejam rosas, havendo imensos aspetos a trabalhar, um longo caminho a percorrer, onde todas as partes envolvidas terão que melhorar. Um aspeto muito particular que gostaria de ver melhorado também, tem a ver com o património habiatacional. Encontramos com efeito um número considerável de casas degradadas, uma boa parte das vezes habitada por idosos ou por pessoas sem meios para as recuperar. Sendo certo que esta é uma questão que envolve senhorios e inquilinos, uma questão complexa, também é verdade que há aqui uma componente de vontade local que poderia e deveria ser melhorada. Penso que todos nos congratularíamos ao ver as ruas históricas com as suas casas reerguidas,e a sua dignidade restituída. Coimbra teria concerteza : MAIS ENCANTO.

  • Sheilla Ronda
    escreveu em 2012/01/05 09:20:56 ...

    Documentário espetacular. Parabéns, muito agradeço pela oportunidade de reviver visualmente alguns lugares, e criar mais saudades de outros. Quase que senti o cheiro a café e bolos na Rua da sofia às 18h. . . e das castanhas, "sempre quentes" e boas. Wow

    Enfim, Coimbra não se esquece, e sim, é uma cidade em que existem muitas pessoas boas, que mesmo sem nos conhecerem, fazem-nos sentir em casa e da casa.

    Costumo dizer que tenho alma lusitana e coração moçambicano, simplesmente porque tive a sorte de viver em Coimbra durante 10 anos enriquecedores, que me formaram como pessoa (para além dos diplomas), onde encontrei amizade, amor, desilusão, prazer, dor, e donde trago uma enterna e gostosamente dolorosa saudade.

    OBRIGADA

  • Kattia
    escreveu em 2012/01/06 18:41:26 ...

    Boa selecção de entrevistados e sequência do filme. Linda imagem e montagem. Parabéns! E que Coimbra continue a acolher a quem chega até ela.

  • Margarida Vaz
    escreveu em 2012/01/31 11:18:11 ...

    Parabéns pelo vosso filme. E obrigada também pela possibilidade que me deram de rever um pouco a minha cidade. Nasci e vivi em Coimbra até que os destinos da vida me obrigaram a deixa-la, apesar de regularmente ter necessidade de a ela voltar. Um dia destes talvez definitivamente..... Até breve!


Escrever um comentário

Categorias

Destaques, Reportagem

Feeds: